Sem Raquel Dodge, começa hoje a disputa pela PGR

Por: Brasil 247

Dez procuradores da República pleiteiam o comando da PGR (Procuradoria-Geral da República). Raquel Dodge, atual procuradora-geral, não se inscreveu. Dos dez candidatos, seis são subprocuradores-gerais, nível mais alto da carreira. Os três mais votados formarão uma lista tríplice que será encaminhada a Jair Bolsonaro (PSL). O escolhido será sabatinado pelo Senado.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “apesar da ausência de Dodge na eleição, seus pares afirmam que a atual procuradora-geral tem se movimentado para ser reconduzida ao cargo. A novidade deste ano são os candidatos que, assumidamente, devem disputar a indicação por fora da lista tríplice, como o subprocurador-geral Augusto Aras, que hoje coordena a câmara do MPF responsável por questões econômicas.”

A matéria ainda acrescenta que “os subprocuradores-gerais que vão concorrer na eleição interna são Antônio Carlos Fonseca Silva, José Bonifácio de Andrada, Luiza Frischeisen, Mário Bonsaglia, Nivio de Freitas e Paulo Eduardo Bueno. Os procuradores regionais que se lançaram são Blal Dalloul, José Robalinho, Lauro Cardoso e Vladimir Aras.”